You are currently browsing the monthly archive for agosto 2010.

Eu, o Pedro Melo e o Max Motta resolvemos fazer uns remakes de Pokémons sempre que der, e esse daí foi o primeiro da série! Ótima oportunidade de trocar figurinhas e exercitar as técnicas todas que tem por aí… Pra ver as versõs deles, clique aqui (Max) e aqui (Pedro).

Ah, no fim de tudo, um grande amigo, o Caio Martins – vulgo Preá – fez a dele também! A dele tá aqui, nesse link. Ótimo isso, afinal quanto mais gente, melhor 😀 Quero ver um mooonte de versão desses bichos, então estão todos convidados.

(E atrasado, tem o Mankey do Eduardo)

Mais um dragão na madruga. Esse foi inspirado nos speedpaints que a gente vê por aí na internet. Perdi um pouco da noção do tempo, mas acho que durou uns 45 minutos dos primeiros rabiscos aos últimos retoques, tudo no Photoshop CS5. Sem pretensão de terminar a composição, só como caráter de estudo, que passei o dia com vontade de desenhar e só agora tive tempo. No fim, resolvi dividir as imagens em mais de uma etapa:


Estampa pro torneio da Chama Camisetas, com votação aberta até domingo! Pra votar, só fazer um cadastro beeem rápido no site, encher de estrelas e clicar em “Eu quero!” nesse link AQUI.

Da obra de Miguel de Cevádis, Dom Pixote, um pequeno – bem pequeno – fidalgo castelhano que perdeu a razão por muita leitura de gibis de cavalaria e agora pretende imitar seus heróis preferidos.

Caneca de café que me acompanha no trabalho, agora com uns detalhes feitos com Poscas, recém adquiridas junto com um monte de material que logo coloco aqui no blog. Fiquei feito criança quando todos chegaram, então merecem um post só pra eles, lógico!

Essa ilustração devia ter um nome, não devia vir só com números, como meus sketches, mas o cliente não aprovou e a marca e nome dele tavam inseridos, aí fiquei sem chão pra dar um título legal. Vou encubando a idéia, caso surja algo interessante eu volto aqui no blog e edito! Illustrator e Photoshop, rascunho de menos de 10cm de largura no lápis, tava sem scanner e tirei foto com o celular, vetorizei, adicionei uns elementos e colori. O primeiro processo de colorização durou pouco mais de 2h, mas depois voltei a pegar na peça e mexi por mais duas.

(clique para ampliar)

Sketch da madruga, Photoshop.

(Voltando de férias)

Bom, depois de três semanas viajando, estou de volta. Neste último mês de julho parti para Curitiba como participante do NDesign Imersão, conheci a sede da Editora Positivo e o editor de arte Daniel Cabral, grande ilustrador, com o qual venho trabalhando desde o início deste ano. De lá, aproveitei a grande descida e resolvi ir mais longe ainda, até a Universidade Palermo, em Buenos Aires, onde aconteceu o V Encuentro Latinoamericano de Diseño. Além dos pesos excessivos nas malas, trago também ótimas experiências diante das palestras do Rafael Grampá (e um Mesmo Delivery autografado!), Dijon de Morais (autor de Limites do Design), apresentação do Projeto Dasein do Marcos Beccari, um catálogo da SIB, o livro Fundamentos da Ilustração, Logo Design 2 e por aí vai…

E bem, assim que coloquei os “pés” em cima da cadeira, saí por aí pelos blogs dos meus favoritos (à esquerda) e cheguei no Dueling Banjo Pigs, do Guy Francis e do Stacy Curtis, e resolvi participar também da brincadeira. Enfim, taí o meu primeiro Banjo Pig, entitulado Picking n Grinning por eles, postado aqui.

Durante esse tempo corrido, sem conseguir atualizar o blog, tive o prazer de ter uma arte estampada no sessão do site da Zupi, a Zupi.Capas (link direto aqui) e ter sido incluso em um post cheio de grandes nomes no blog da Myrella, o OhPERA Blog, num post entitulado Ilustrando Inspiração. Ah, logo eu volto com mais coisas, que o sketchbook viajou comigo e também veio com história pra contar! A correria não pára – e nem a produção.

Atenção!

As imagens encontradas neste blog são de propriedade do autor, podendo ser reutilizadas somente com a autorização do mesmo.